Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2007

Tranquilidade

Ou o que hoje os meus olhos conseguem ver...

A lua de ontem

E para que não restem dúvidas, ontem a lua estava assim: grande, redonda, cheia, intensa e amarela. E não é falsa a visão das faces bem juntinhas em trocas afectuosas. A lua é absolutamente inspiradora e quando está cheia... dá azo a todos os sonhos, todos os devaneios :-)

Nú Barreto (GB) e Ideias Emergentes

Novos portais do INE e do CSE

As equipas do Instituto Nacional de Estatística e do Conselho Superior de Estatística, esta última coordenada, nestes trabalhos de actualização, pela "minha mana do meio" (que tem trabalhado afinadamente no site lutando contra o tempo) estão de PARABÉNS!!!! O novo portal do Instituto Nacional de Estatística (INE) foi ontem apresentado. Além de ter uma imagem renovada, apresenta novas funcionalidades para o utilizador, tais como a possibilidade/vantagem de podermos seleccionar cruzamento de dados a partir de variáveis escolhidas.
Também o portal do Conselho Superior de Estatística (CSE) tem site com imagem renovada, e bonita diga-se, sendo possível consultar documentos vários, tanto actuais como mais antigos, e efectuar downloads dos mesmos. O site está bem organizado e é de fácil acesso e consulta. Por se tratar de dois instrumentos de grande actualidade, de importância para todos os que se dedicam à investigação e à ciência, mas também por ter interesse público, recomenda-se…

Sons e Visões de ÁFRICA

Mostra de cinema documental no Cinema S. Jorge em Lisboa: ÁFRICA FESTIVAL entre 3 e 8 e Julho (para visualização do programa, clicar em cima das imagens)

Pensão Central em Bissau

A Pensão Central é, para mim, um local de culto quando estou em Bissau. Além de ver e rever a D. Berta (Avó Berta), a simpatia personificada e uma das figuras mais emblemáticas do País, dou-me ao luxo de saborear paladares deliciosos que resultam de uma preparação cuidada e esmerada. O mestre é o Aires que também serve à mesa com tal atenção que, se houver regresso no dia seguinte, retem o que bebemos e o que não comemos. E depois é reconfortante perceber que algumas coisas boas desta vida nunca mudam. A Pensão Central está praticamente igual ao que era há 12 anos quando fui à Guiné-Bissau pela primeiríssima vez. A tranquilidade reina e o local é absolutamente inspirador pelo que é impensável ir almoçar, jantar ou simplesmente beber uma coca cola sem o caderno e a caneta que me acompanham em permanência durante as missões ou as viagens. Há coisas boas nesta vida e uma delas é a Pensão Central (Av. Amílcar Cabral, Tf. 201232), bem ao lado da Catedral, perto da Residencial Coimbra, ali …

Impressões II

O tempo começa a mudar um pouco, devagar tal como acontece por aqui com qualquer mudança. Há tempo para isso e do tempo se vive. O vento, quente e aos repelões, já se sente fazendo lembrar que as chuvas estão quase, quase aí. No norte o calor era quase insuportável e em algumas horas a sensação era de destilação pura e simples e a pouca água disponível ajudava a agravar a ideia de sauna permanente. Mas aqui, e apesar de tudo, corre um vento, aragem que alivia o calor mas que levanta a poeira, um dos meus principais inimigos em solo guineense. Lá em cima ainda havia o cheiro a caju, forte, intenso e permanente, entontecedor e quase inebriante, mas produzindo em mim um efeito contrário, o de uma alergia galopante na pele e na respiração: eczema e espirros imparáveis... e a dificuldade respiratória a anunciar a sua chegada...Escrito em 17/5/2007, Pensão Cetral (Avó/D. Berta), Bissau

Impressões

Ele poderia ter olhos azuis. Tudo na sua cara indiciaria que os olhos eram azuis. De um azul profundo, escuro, brilhante e intenso. Mas à medida que os olhares se cruzaram foi-se apercebendo que afinal eram castanhos, escuros e igualmente intensos, com uma expressão profunda e irradiando brilho. Afinal não se enganara completamente. Os atributos que reconhecera naquela cara estavam lá contidos, o único aspecto que não correspondia era a cor. Aquele jovem homem moreno emanava magnetismo e parecia ali colocado de propósito para a gravação de uma cena de um qualquer filme passado numa capital dos trópicos. E movia-se consciente de que a sua simples presença a transportava para outros mundos e outras paragens...Escrito em 17/05/2007, Pensão Central (Avó/D. Berta), Bissau

Saudade

A SAUDADE é qualquer coisa muito física. É um sentimento que, quando existe e é verdadeiro, se percebe no olhar das pessoas. Mais do que nas palavras...

Livro: "O Preço da Sombra, Sobrevivência e reprodução social entre famílias de Maputo"

"Numa época em que as imagens de Africa, outrora exóticas, dos espaços virgens e dos mistérios das savanas e das selvas profundas, foram substituídas no imaginário dos ocidentais por estereótipos de pobreza, exclusão social, corrupção, guerra e violência, este livro revela-nos outras realidades, bem mais complexas e bem mais próximas de nós. Falando de famílias que vivem na periferia de Maputo e procurando saber como vivem e de que vivem, Ana Bénard da Costa penetra no interior dos seres humanos e nas suas relações sociais. Falando de outras famílias, Ana Bénard da Costa fala-nos também das nossas famílias e de questões universais que se relacionam com afectos, interesses, reciprocidades, oportunismo, identidades, religião, economia e de como tudo isso se interrelaciona num processo complexo e pleno de contradições nesta era de mudanças rápidas e de globalização." (anabenard@netcabo.pt)
Ana Bénard da Costa é antropóloga, doutorada em Estudos Africanos Interdisciplinares em Ci…

World Bank Research Highlights 2006

Para quem se dedica à investigação sobre a problemática do desenvolvimento, o “Development Research Group” do Banco Mundial publicou o Research Highlights 2006, que apresenta e descreve os principais temas analisados. O relatório, que é um bom instrumento para pesquisas, está disponível para download em formato PDF e HTML, e faculta os contactos dos autores dos estudos temáticos referenciados.

RECOMENDADO: Os Fidalgos

Se há representação teatral que merece ser vista e apreciada, a peça “Namanha Makbunhe está no topo das prioridades. Está muito bem representada, a encenação revela um trabalho cuidado, sério e rigoroso, os cenários são mais do que adequados e o guarda roupa e os acessórios foram escolhido com pormenor. No Teatro da Trindade assiste-se a 1h50 de intenso enredo, a partir da adaptação de Macbeth de Shaskespear à realidade guineense, transportando-nos até ao centro de uma tabanca bem perto da floresta.
“A vida é uma história contada por um parvo” onde as sombras ganham formas diferentes e a dicotomia entre o bem e o mal está presente em tudo e em quase todos os humanos. A acção é intercalada por um narrador acompanhado por um tocador de “kora” que também canta com um sorriso interminável que só os felizes conseguem fazer. E assim vamos vivendo um pouco da história que passa para além do palco porque nela conseguimos rever alguns momentos e situações.
Os FIDALGOS da Guiné-Bissau estão de…

Cansaço acumulado II

Sinceramente, mesmo muito sinceramente, não percebo o que se passa comigo. Às 10h da noite tenho a sensação que me caiu um bloco de cimento com 45 toneladas em cima. E estou pronta para uma longa noite de sono que se espera descansada. E até é, só que no dia seguinte, à mesma hora, a sensação volta...

Os Fidalgos (GB) no Teatro Trindade

O Grupo cénico guineense Os Fidalgos representa, no Teatro da Trindade em Lisboa, a peça Namanha Makbunhe, adaptada do clássico de William Shakespeare, Macbeth, com encenação de Andrzej Kowalski para o contexto da Guiné-Bissau.
A vertigem pelo poder que leva à traição e ao assassinato com todo o rol de intriga e vingança numa espiral crescente de violência, são recriados nesta peça de teatro de uma beleza impar e representada por um grupo de jovens actores guineenses que começam a fazer história e a colocar a Guiné-Bissau na rota de uma arte, o teatro, até há bem pouco tempo desconhecida no país. (foto e texto disponibilizados por Carlos Schwarz da ONGD AD - Acção para o Desenvolvimento)

Até ao dia 1 de Julho, todas as quartas-feiras e sábados, às 21h30 e, aos domingos, às 16h30.

Seminário Internacional «Comunidades de Investigação, Aprendizagens e Intervenção»

(para melhor visualização, clicar em cima da imagem ou consultar o site)
CABO VERDE - PRAIA, 24 a 26 de Julho Encontros lusófonos promovidos por “NEREA Investiga” em parceria com entidades nacionais nomeadamente o Instituto Superior de Educação e o Instituto Pedagógico e a ADAD, pretendem criar espaços de aprendizagem e de intervenção entre actores locais e parceiros com vista ao desenvolvimento de projectos de cooperação ao nível institucional por actores da sociedade civil. Este programa prevê, como resultados, o desenvolvimento de projectos por parte de organismos públicos, universidades, escolas, ONG’s pretendendo levar os diferentes actores sociais a pensar e participar da solução dos problemas e do processo de desenvolvimento dos objectivos do milénio em colaboração com os respectivos Governos e Administração Local. Os conceitos da cidadania e de sociedades sustentáveis pretendem ser trabalhados neste encontro para que os respectivos participantes possam desenvolver projectos de …

Ocean's 13

Ontem fui ao cinema, o que para mim é sempre motivo de grande satisfação. O filme é divertido qb e fez-me viajar para mundos para mim desconhecidos e distantes: da burla e da vigarice pura; do crime ligado ao jogo-, da vingança associada à benfeitoria. Além de tudo o mais, é hora de meia de regalo para os olhos femininos já que os encantos são visíveis e a diversidade faz a regra. Pois o meu preferido é o GC porque reúne múltiplos atributos: enche o écran para apreciadoras do estilo como eu; no filme chama-se OCEAN.

E...

Para completar a felicidade, lá fora, bem alto, está uma lua cheia magnífica, de cor intensa, muito amarela J. A lua, sempre a lua, a fazer-me sentir eu, e muito bem!!!