Mensagens

Sobre a "arte da tatuagem"

Imagem
Desculpem-me os meus amigos que são apaixonados por tatuagens, mas será limite meu não conseguir deixar de olhar, pensar e tentar entender porque é que há pessoas que pintam partes do corpo como as barrigas das pernas. E os braços como se fossem mangas de uma camisola com padrão jacquard. E o pescoço como se tivessem colocado um colar cheio de enfeites para adorno. Uns tatuam pequenas partes do corpo de forma aparentemente subtil, mas expõem-nas como se fosse o mais belo que tivessem para evidenciar. Outros deixam a centralidade da tatuagem coberta deixando a nossa criatividade criar e recriar o que poderá haver para lá de um pequeno risco. Outros cobrem o corpo com tal intensidade que não há célula visível que não esteja preenchida. Pintam tanto de preto como com colorações variadas. E pintam, pintam, pintam… ou deixam-se pintar. Uma pintura é, em regra, uma obra de arte com um significado simbólico tanto para o artista que a cria como para quem a adquire. Qualquer artista procura que…

O perfume da terra ou o cheiro dos deuses

Imagem
"Perfume da Terra" ou "Cheiro de Deuses". Sim, poderia bem ser uma destas duas denominações porque, em determinados dias quando a água do céu toca o chão, a alma e o coração são facilmente transportados até às longínquas terras do sul que guardam as mais doces e ternas lembranças, recordações ou memórias. Nestes dias de chuva imprevista, tudo o que ficou no tempo é reavivado aguçando a saudade. Hoje cheirou-me a essa terra molhada que ao anoitecer é iluminada pela lua cheia... :-)
"Noite de Verão molhada por uma chuva breve que deixou no ar um "perfume da terra" ou um "cheiro de deuses". Noite de Verão que deixou no ar um cheiro carregado de memórias e saudades de verões passados mais a sul. Petricor é o cheiro da terra molhada que fica no ar depois da chuva cair no chão seco e traz-nos sensações de prazer e bem estar. Há investigadores que acreditam que gostamos desse cheiro porque se trata de uma herança atávica da humanidade, que desde s…

Definitivamente... o Mundo pode ser um lugar melhor...

Imagem
Definitivamente, o Mundo deveria colocar os olhos nestes dias em que o sentimento de angústia foi sobreposto pela esperança e pela capacidade desta grande equipa, em número e na nobreza do carácter, trabalhar em conjunto, ultrapassando as diferenças comunicacionais e os padrões culturais, tendo na mira o mais importante de todos os objectivos. Grandes pessoas que por ali estiveram e trabalharam em conjunto, unidos e articulados. Grandes pessoas que, em momento algum, procuraram ser estrelas, mantendo o anonimato porque o foco tinha de ser apenas um, salvar as 13 vidas que estavam nas entranhas da Terra e que tinham de sair de lá urgentemente. Grandes pessoas pela dedicação e abnegação, pela disponibilidade e entrega, pelo altruísmo e solidariedade. São pessoas como estas que me fazem acreditar na Humanidade e ter orgulho na acção humana em cooperação. Grandes e magníficos!
Foto que vale mais do que milhões de palavras.... do DN, 10/07/2018

Fazes-me falta...

Imagem
À medida que envelhecemos deveríamos ter a capacidade proporcional aos anos de ser resilientes perante a dor da perda, aceitando-a. Mas não é assim. Nem sempre. Pelo menos, não comigo. O que sinto é precisamente o contrário, uma crescente intolerância à dor e uma profunda incapacidade em aceitar a perda de tudo o que mais gosto. A vida parece ser uma construção imparável e só nos damos conta disso quando, de repente, aquilo que andámos a construir se desmorona. Nessa altura, somos assolados por um turbilhão de emoções, a maioria, conflituantes e de difícil aceitação. Tudo se confunde e o vazio invade-nos de repente e sem pré-aviso com um sentimento devastador que ganha terreno. Sentimentos que, ao longo do tempo, se aprofundam, relações que se enraízam, laços que se estreitam até ser imperceptível onde começa uma parte e acaba a outra. A vida mistura-se e confunde-se e habituamo-nos a viver assim nesta rede emocional que não se desfaz até que um dia um dos elos se quebra. A perda ganha …

Bond: estarás in a better place...

Imagem
Estou profundamente triste pela tua perda, Bond. Triste sobretudo pela forma como tudo aconteceu e com uma infinita mágoa com quem não cuidou de ti como precisavas e merecias. A tua vida terminou no Hospital Veterinário do Restelo. E as minhas impressões são as piores. Já eram antes porque tiveste o azar de andar por lá quando eras cachorro e tudo correu mal. Agora voltou a correr mesmo mal e só foste para lá porque o teu veterinário, que te acompanhou durante nove anos, incluindo três cirurgias, a última na véspera da tua passagem, me recomendou que era a melhor.  O que se passou no espaço de tempo que não chegou a 36 horas foi simplesmente inenarrável, pelo menos, nesta altura, não consigo traduzir por palavras o que me passa na alma e aperta o coração. Perdi um amigo e antes já perdi muitos outros amigos de quatro patas. Todos tiveram o seu espaço no meu coração e todos foram muito especiais, pelo que a perda também sempre foi difícil de gerir. Mas, nesta altura, e depois do dia de …

Tomar decisões certas...

Imagem