segunda-feira, 20 de setembro de 2004

Coincidências

Hoje houve uma coisa muito engraçada. Conheci a Directora Pedagógica e ela fez-me uma referência que me deixou boquiaberta - "Ah a Brígida que trabalha sobre STP e que escreveu sobre o Raio Verde. E eu respondi - "Pois é... como sabe do Raio Verde? Onde ouviu falar?" - É que aquele magnífico fenómeno atmosférico, tão falado por Júlio Verne e outros escritores e relatado por marinheiros, era desconhecido de todos aqueles a quem eu falara antes no tema.
O Raio Verde não é bem verde... até é mais azul, ao que consta, mas assim ficou conhecido para quem viveu em STP. Falarei dele depois...

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...