segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Back to reality

Voltei!
Bucareste é uma cidade diferente de todas as que conheci até hoje. Encantandora reunindo um misto do dinamismo das economias de mercado com a dura herança de uma longa influência comunista que, apesar de tudo, persiste. As pessoas são simpáticas e deliciosamente acolhedoras, sorridentes, latinas. Procuram comunicar e o que nos impede de estabelecer uma conversação mais prolongada, na generalidade das situações, é a ausência de uma língua em comum. Mas mesmo assim lá nos vamos entendendo com português, espanhol, inglês, muitas palavras romanas à mistura e uma boa dose de linguagem gestual. Lido percebe-se mas falado parece incompreensível...
Nos dias em que lá estive fui beneficiada com céu azul e sol apenas no primeiro dia porque depois a névoa invadiu a cidade, acompanhada por frio. O turismo, apesar de potencial para diversos segmentos, é ainda uma miragem e para nós as longas horas de voo com direito a escala tornam a viagem mais dura.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...