sábado, 31 de março de 2007

Temas compensadores

Não! Não me apetece falar de amor e, na verdade, não tenho nada de muito interessante para dizer a esse respeito. Por isso para quê falar ou escrever, pensei. Antes as imagens dos animais e as mensagens ambientais e de conservação. Esses sim são temas compensadores, que preenchem e que jamais desiludem, simplesmente porque são espontâneos, directos e objectivos, preenchem a alma e o coração e não enganam. Não mentem, nem querem. São aquilo que são, e já está. Ou se gosta ou não!

 

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...