quarta-feira, 25 de janeiro de 2006

Prenda Magnífica

É bom recebermos prendas e hoje recebi uma muito especial e absolutamente magnífica. Assim é porque, em primeiro lugar, a pessoa que a ofereceu é um amigo, daqueles com letra GRANDE, que será sempre uma pessoa muito especial. É uma daquelas raras pessoas na vida de quem não guardo segredos e que, por mais tempo que passe sem nos vermos, quando nos encontramos continuamos a falar como se tivéssemos estado juntos na véspera. Em segundo lugar, é uma penda de Natal, e esta é uma época que, só por si, é magnífica. Em terceiro lugar porque o presente é a edição limitada de uma obra que me marcou e com a qual me revi em muitas ocasiões. É um livro que já andara a namorar e com o qual me deliciara: o Equador Ilustrado. Está aqui ao meu lado e não me canso de o abrir e de me surpreender com as imagens dos postais. Simplesmente magnífico. Esta foi uma surpresa mais do que magnífica e uma prenda com um infinito significado! Obrigada, Amigo!

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...