segunda-feira, 9 de maio de 2005

Abelha, formiga ou just me?

Como se chamará à sensação de sermos abelhas ou formigas? Laboriosas, trabalhadoras, atarefadas, engenhosas, sem paramento? Pois é assim que hoje me sinto. Não fora uma hora de tapete, bicicleta e remo seguido de outra hora de Yoga pela manhã, não chegaria a esta hora a fazer tantas coisas. Aquela posição do "camelo" deixou-me louca de dores nas costas. É o que faz não cuidar de mim, como deve ser, desde Março. África, sempre África no me pensamento, nas minhas acções, no meu trabalho. E mais não digo porque não posso. Não ainda, talvez mais tarde.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...