terça-feira, 22 de fevereiro de 2005

Grandes pancas

- Há pessoas com grandes pancas e que são capazes de fazer coisas que tu nem consegues imaginar - afirmou ele com ar certo.
- Pois não sei. O que não entendo é a razão que move as pessoas a inventarem situações, a marcarem encontros simplesmente para chatear a cabeça a alguém, apresentando propostas supostamente consistentes, criando expectativas e alimentando futuros que nunca chegaram a ser, a...
- Ouve o que te digo, há pessoas que têm cada panca... e cabe-te a ti saberes identificá-las para não caires uma e outra vez - reforçou ele com ar entendido.
- Pois... grandes pancas... uns tentam curar as suas, criando nóias na cabeça dos outros. Isso é que é. Má formação, mesquinhez, pequenez, falta de vida própria. Estou farta de gente assim - respondi-lhe irritada.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...