domingo, 3 de outubro de 2004

Palavras Sentidas

Olá, tu do meu passado regressado, da África banhada pelo Índico, que tantas ilusões me criaste e tantos desassossegos geraste, quero dizer-te umas palavras simples:
Aproveita a vida de forma positiva,
Dá o teu melhor em tudo o que fizeres,
Sê honesto com quem te relacionares,
Apaixona-te com sinceridade,
Não procures incessantemente um grande amor
porque há quem o encontre facilmente, quem o encontre e não o veja,
há quem demore a encontrá-lo e há até quem nunca se cruze com ele,
Não troques a emoção certa pelo desejo incerto,
Não esperes mais de mim do que aquilo que te posso dar,
Aceita a Amizade como um sentimento tão válido quanto o Amor,
Por vezes, é preferível um Amigo Verdadeiro, a um Amante Impossível,
Procura ser feliz, com tranquilidade,
Aceitando os defeitos dos outros porque só assim eles aceitarão os teus.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...