segunda-feira, 14 de abril de 2014

Há pessoas...

Há pessoas que transmitem bondade através do olhar, da expressão do rosto, do sorriso e de um gesto que, por mais insignificante que possa parecer, ganha valor pela simplicidade da demonstração tocando-nos o coração. Há pessoas apaixonadas pela vida, que a absorvem como se houvesse o risco de se esgotar a curto prazo. Há pessoas que transmitem consistência e segurança quando circulam pela nossa proximidade porque tudo o que fazem, seja o que for, transborda de solidez, certeza e determinação. Há pessoas que aparentam passar pela vida de forma ligeira por não se fixarem no que têm pela frente e que apenas transmitem fluidez. Há pessoas que olham para os outros de forma displicente e desvalorizada por os considerarem seres menores e insignificantes. Há pessoas que não sentem, não se emocionam e não vibram porque a vida pouco lhes diz. Há pessoas formatadas a um modelo e, por mais que se esforcem, o resultado não ultrapassa a mediocridade... Pessoas que servem de exemplo e que inspiram diferentes sentimentos. Pessoas que me inspiram... Pessoas...

São Tomé e Príncipe, Abril 2014

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...