domingo, 4 de janeiro de 2009

Fartote de Asma

Estou farta das crises de asma que me acompanham com frequência. Já não há mais paciência para conviver com esta perturbação. Estou cansada fisicamente porque, já se sabe, o cansaço aumenta de forma inversamente proporcional à capacidade respiratória: quanto menos se respira maior o índice de esforço e de cansaço. Mas também começo a estar no limite da minha capacidade psicológica de sofrimento. É que uma crise de falta de ar é um factor de grande perturbação. Enfim, estou farta e o São Pedro podia ajudar e tirar a humidade do ar, nem que fosse por uns tempos.

 

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...