segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Chegou o Outono

Chegou o Outono, apesar do calor que parece ter vindo para ficar e que não quer ir embora para outras paragens onde eventualmente seja mais necessário. Que venha o fresco e o nevoeiro, a chuva miudinha, que dizem só molhar os tolos, a folha das árvores a preencher os passeios depois da inevitável queda, o cheiro apetitoso e envolvente das castanhas assadas, as romãs e a marmelada caseira, os bolos quentes e os scones, o chá aromático e reconfortante, as tangerinas, clementinas e outros citrinos, os assados e as receitas reinventadas.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...