sábado, 6 de janeiro de 2007

Final de tarde de Janeiro 2

Hoje foi um dia em que só, ou quase, pensei na natureza tendo o mar como elemento inspirador.
Primeiro foi o início do
Curso da Escola de Mar, que está a ser fantástico e promete ser ainda melhor amanhã.
Depois, como o curso terminou um pouco mais cedo do que o esperado, aproveitei a calma e vim pela marginal a apreciar a paisagem e o pôr do sol.
O final de dia estava simplesmente magnífico, muito mesmo, e o meu
pensamento viajou uma vez mais pelo mar fora até passar a linha do horizonte, procurando outras paragens, outras imagens de tranquilidade tão bem conhecidas.
Viajei navegando pelo mar calmo, pelo menos aparentemente, e avistei animais, muitos e diferentes, quase como os navegadores de tempos idos que fantasiavam a propósito dos seres com os quais se cruzavam e que desconheciam. E vi focas monge, golfinhos, baleias corcunda e orcas. E tanto mais...

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...