quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Sobre a essência da vida em sociedade

Já diziam os gregos, povo sábio e conhecedor da melhor forma de viver e de procurar o estado da felicidade, que, na vida, há três coisas de que jamais nos devemos esquecer, se quisermos ter uma existência tranquila e próxima do bem estar: o ETHOS, o PATHOS, e o LOGOS. Ou seja, a ÉTICA, os AFECTOS (afectividade) e a RAZÃO (racionalidade). A bem dizer da verdade, estes três requisitos devem fazer-se acompanhar uns pelos outros, o que significa dizer que nos é atribuída a capacidade, e a sabedoria, de encontrar a fórmula perfeita para uma óptima (perfeita) conjugação.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...