segunda-feira, 26 de junho de 2006

PORTUGAL!!! PORTUGAL!!! PORTUGAL!!!

Eu cá nem sou muito nacionalista. Essa é que é essa. Mas hoje estou contente e o meu coração pulou que se fartou, sem a causa ser o prolapso. P O R T U G A L mereceu ganhar e o árbitro merecia ir de férias. O homem estava mesmo com um ar cansado e tenso e é uma brutalidade obrigá-lo a gerir tanta emoção alheia sem ter vontade. Ele estava ali contrariado e contrariou todos nós!!! Depois veio o Scolari amigo para re-tranquilizar os espíritos como bem sabe fazer. Bom... não teremos a vida facilitada no sábado, ah pois não, não! Mas uma coisa é certa, venha aquilo que vier, nada será maior do que a alma daqueles homens que se vestem de vermelho escuro e verde. Parabéns PORTUGAL!!!

 

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...