sexta-feira, 3 de março de 2006

Reencontros

Esta é uma fase de reencontros. Na verdade, gosto muito de rever as pessoas de quem gosto e que, pelos motivos mais diversos, não via há algum tempo. Não via, não falava ou conversava. É bom “pôr a escrita em dia”, saber o que se tem feito e como se está, discutir ideias e fazer projectos, rir em conjunto das situações caricatas que cada um viveu, compreender através do olhar o que não se diz porque não se pode ou não se consegue expressar por palavras. E esta é uma altura em que tenho reencontrado pessoas que fazem parte da minha vida mas de quem não estou tão próxima fisicamente quanto gostaria. Reencontros de amigos e companheiros de aventuras, de colegas que o tempo ajudou a transformar em amigos, aproximações de cumplicidades. É uma fase boa, saborosa, de reconhecimento e de apreciação.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...