sexta-feira, 3 de março de 2006

Momentos de sonho

Há momentos em que nos apetece agarrar o Mundo, o Sol, as Nuvens, o Mar e as Montanhas. Tudo nos parece possível de conseguir e alcançar porque a nossa vontade é tão grande que nos sentimos com a força necessária para ultrapassar todos os obstáculos e atingir qualquer meta. A vida é feita de esperança, os limites e as impossibilidades não existem e, sempre que alguém nos procura trazer de novo à terra, reagimos qual Calimero humano, com a consciência de que a incompreensão se generalizou. E assim vivemos, como se flutuássemos, num estado de levitação permanente semi-consciente, semi-sonhador, que é muito agradável enquanto dura. Depois, começamos a descer à terra e a realizar que afinal nem tudo é possível e que é mesmo fundamental aprendermos a viver felizes com o que temos e que vamos realizando, porque agarrar o Mundo é mesmo um sonho que só se vai conseguindo passo a passo... “leve leve” :-)

 

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...