quinta-feira, 12 de janeiro de 2006

Congresso LusoAfroBrasileiro de Ciências Sociais

IX CONGRESSO LUSO-AFRO-BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS
LEMA: CIÊNCIAS SOCIAIS E OS DESAFIOS DAS SOCIEDADES EM DESENVOLVIMENTO
TEMA: DINÂMICAS, MUDANÇAS E DESENVOLVIMENTO NO SÉCULO XXI
ANGOLA, LUANDA, 28, 29 e 30 DE NOVEMBRO, 2006

Sob o Lema «Ciências Sociais e os Desafios das Sociedades em Desenvolvimento», a comunidade académica angolana tem o prazer de anunciar a realização do IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais em Angola, na cidade de Luanda, de 28 a 30 de Novembro de 2006.
O tema seleccionado para o IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais é: Dinâmicas, Mudanças e Desenvolvimento no Século XXI. A Organização do evento espera atrair a participação de mais de 1000 cientistas sociais provenientes de diferentes disciplinas das Ciências Sociais e Humanas de vários países de língua oficial portuguesa.
O Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais é um encontro bienal que reúne cientistas sociais dos países de língua oficial portuguesa (Portugal, Brasil, Cabo Verde, São Tome e Príncipe, Angola, Moçambique e Guine Bissau). Este importante encontro bienal teve início em 1990, sob os auspícios do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, tendo já sido realizado com sucesso em oito edições consecutivas em várias cidades diferentes (S. Paulo, Maputo, Lisboa, Rio de Janeiro, Porto), conquistando uma adesão crescente de especialistas das várias áreas das Ciências Sociais e Humanas.
O Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais constitui um momento de encontro, solidariedade, de diálogo aberto e de reflexão sobre os fenómenos sociais do mundo global em que vivemos e tem como principal objectivo a internacionalização das Ciências Sociais de expressão portuguesa, tanto no intercâmbio entre diferentes instituições, como no estreitamento das relações entre as comunidades académicas dos países da CPLP, visando o reforço cada vez mais dos laços que nos unem e que estimule a criação de novas redes e formas de cooperação científica e académica.
A Organização do IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais em Angola conta com uma participação ampla, envolvendo não só a Universidade Agostinho Neto (entidade suprema), mas também outras Universidades, instituições públicas e organizações da sociedade civil.
Os órgãos encarregues pela preparação e realização do IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências sociais são as seguintes:
Comissão Organizadora
Universidade Agostinho Neto (Faculdade de Economia, Faculdade de Direito, Faculdade de Letras e Ciências Sociais, Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda), Universidade Católica de Angola, Universidade Lusíada de Angola, Universidade Jean Piaget de Angola, Universidade Independente de Angola, Instituto Superior Privado de Angola, Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente, Associação de Psicólogos de Angola, Arquivo Histórico Nacional, Instituto de Línguas Nacionais, Sociedade Angolana de Sociologia, União dos Escritores Angolanos, Associação Angolana de Antropólogos e Sociólogos de Angola e Associação de Economistas Angolanos.

João Sebastião Teta (Coordenador) André Sango (Coordenador Adjunto), Agostinho Santos, Américo Kwononoka, Ana Maria de Oliveira, Artur Pestana Pepetela, Aurora Fonseca, Cornélio Caley, Eufrazina Maiato, Fátima Viegas, Fernando Pacheco, Fidel Reis, Hermenegildo Avelino, Joaquim Miguéis, padre José Imbamba, José Garcia Lencastre, José Octávio Serra Van-Duném, Julien Zanzala, Laurindo Vieira, Mário Pinto de Andrade, Pacavira Gonçalves, Paulo de Carvalho, Pedro Lupini, Rosa Cruz e Silva, Virgílio Coelho, Carlos Gomes, João Melo, Edvigen Sambo, Filipe Amado, Filomeno Viera Dias, João Serôdio, José Cerqueira, Luis Manuel da Costa, Vladimir Russo, Xavier Yambo, Zavoni Ntondo, Nsingui André, David Justino e Adriano Botelho de Vasconcelos.

Comissão Executiva: André Sango (Coordenador), Nsingui André (Secretário) Adriano Botelho de Vasconcelos, Ana Maria de Oliveira, Aurora Fonseca, Edvigen Sambo, Eufrazina Maiato, Fátima Viegas, Fernando Pacheco, Laurindo Vieira, José Octávio Serra Van-Duném, Carlos Gomes, Hermenegildo Avelino, Padre José Imbamba, Manuel Goncalves, Rosa Cruz e Silva e David Justino.

Comissão Científica: João Sebastião Teta, André Sango, Amélia Mingas, Boaventura de Sousa Santos, Brazão Mazula, Carlinhos Zassala, Carlos Cardoso, Carlos Espirito Santo, Carlos Lopes, Carlos Serra, Carlos Serrano, Elísio Estanque, Ennes Ferreira, Fernando Luis Machado, Francisco Soares, Fernando Mourão, Franz Heimer, Hermenegildo Avelino, Inocência Mata, José Imbamba, José Octávio Serra Van-Duném, Julien Zanzala, Margarida Ventura, Nelson Pestana, Paulo de Carvalho, Renato Lessa, Tereza Cruz e Silva, Víctor Kajibanga, Ivone Maggy, José Carlos Venancio, José Jaime Macuane, Manuel Villaverde Cabral, Michel Canhen, Peter Fry e Elisio Macamo.

As propostas de painéis escolhidos para o IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais são as seguintes:
Realidade social e perspectivas de desenvolvimento
. Países com estabilidade social
. Países pós-conflito.
. Governação e desenvolvimento
. Sociedade civil e desenvolvimento
. Guerra e paz
Urbanização e desenvolvimento humano
. Pobreza e exclusão social
. Desenvolvimento e poder local
. Estratificação social e classes sociais
. Economia informal e desenvolvimento
. Papel das autoridades tradicionais
Mercado de trabalho e desenvolvimento
. Valores e normas morais
. Valores morais em mudança
. Delinquência e outros desvios sociais .
. Tradição e modernidade
Saúde e desenvolvimento
. A sida e outras doenças de transmissão sexual - Percepção e realidade
. A malária e a doença do sono como entraves ao desenvolvimento.
. A medicina tradicional e o desenvolvimento
Diversidade cultural
. Multiculturalidade e desenvolvimento.
. O conhecimento da sociedade endógena.
. Comunidades rurais e desenvolvimento.
. Dinâmicas identitárias
Cidadania, migrações, Globalização e ComunidadesTransnacionais
. Sociedade civil
. Deslocações e marginalidade
. Integração e marginalização
. Diáspora e desenvolvimento
O Género e o desenvolvimento
. Família e sociedade
. Acesso ao mercado de trabalho
Criança, juventude e pessoa idosa
Sexualidade
A Religião e os desafios do desenvolvimento
. As religiões tradicionais e o desenvolvimento
. A expansão do Islamismo
. Novos movimentos religiosos
Relações internacionais e contextos regionais
. União Africana
. União Europeia
. Mercosul
. Organizações regionais – SADC-CDEAO-CPLP

. Políticas de cooperação e desenvolvimento
Línguas e desenvolvimento
. Multilinguismo
. Políticas linguísticas
. Línguas, linguagem e estratificação social
Educação e desenvolvimento
. Políticas educacionais
. Planos curriculares
. Ensino superior e saídas profissionais
Meios de comunicação social e desenvolvimento
. Rádio e televisão
. Imprensa
. Meios de comunicação locais
. A educação através dos meios de comunicação social
Novas tecnologias de informação
A arte e a literatura no desenvolvimento
. Arte e artesanato
. Ficção e literatura social
. Música popular vs Música erudita
Lazer
. Turismo
. Espaços objectivados
. Lazer e urbanização
Ecologia e meio ambiente
Colonização, descolonização e conhecimento: rupturas e persistências
Direito, democracia e transformação social
. Acesso ao direito e à justiça
. Transparência e boa governação
. O sistema judicial (organização, formação e poder judicial) . . .Pluralismo jurídico
. Justiças comunitárias
. Luta contra a corrupção

Apela-se aos cientistas sociais a opinarem sobre as propostas dos Painéis acima apresentados e a sugerirem outras propostas. Igualmente, estão abertas propostas para constituição de grupos de Sessões Temáticas, Redes e Grupos de Discussão.
Os cientistas sociais interessados em apresentar comunicações no IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais estão igualmente convidados a enviarem no endereço abaixo os resumos das suas comunicações para serem avaliados e aprovados pela Comissão Cientifica. Todos os resumos e propostas de painéis deverão ser enviados até o dia 30 de Abril de 2006. O resultado da avaliação dos resumos das comunicações e painéis propostos serão anunciadas no dia 30 de Junho de 2006. Os autores cujos resumos forem aprovados
pela Comissão Cientifica deverão remeter o texto final da comunicação até o dia 30 de Setembro de 2006

Secretariado do IX Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais
UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO,
Faculdade de Direito (Secretariado da Pós-Graduação),
Caixa Postal 1354,
Avenida Ho Chi Minh, Luanda, Angola,
Tel: 912217565/923565845 / 912-506974
E-mail: ixclabcs@yahoo.com.br
website: em construção


A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...