domingo, 9 de outubro de 2005

Must love dogs

“O coração aumenta a capacidade de amar depois de se ter sido rejeitado”, frase que ouvi repetidamente, ao ver o filme “Must love dogs”, com um sorriso estampado na cara e que, reconheço, dava-me uma expressão um pouco apatetada. Pois é, um daqueles filmes que, não sendo excelentes, fazem sorrir, deliciam os mais cépticos no que ao amor diz respeito, enternecem no final depois de nos terem enraivecido em algumas situações e na presença de algumas personagens. Os abandonados/rejeitados e que se cruzam graças às inovações tecnológicas são a Diane Lane e o John Cusack, havendo outros encontros, desencontros e reencontros durante o filme. A história é divertida pelo irrealismo, fazendo-nos perceber que nem tudo é o que parece e que muitas e muitas vezes a felicidade pode ser bem mais simples de encontrar do que se pensa à partida. A frase pode até ser demasiado generalista mas soou-me bem. É que... não elimina a esperança... e isso é que é o importante!

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...