quarta-feira, 14 de setembro de 2005

Reserva em África

Há dias felizes e locais que reúnem todas as condições para que uma viagem valha, só por si, a pena, quando o objectivo é a felicidade. Não, não fui viajar mas os relatos que tenho ouvido desde as 6h45 da manhã, altura em que a minha irmã saiu do aeroporto, sem a mala que terá ficado algures num dos locais onde fez escala, provavelmente em Luanda, mas ninguém sabe... E os relatos que ainda espero ouvir sobre animais vistos, emoções sentidas pela proximidade, os truques para se sair são e salvo da selva, as actividades realizadas, desde um voo de balão de ar quente, com aterragem atribulada mas muito divertida, até uma caminhada pela savana para observar os animais no habitat natural, e claro ser-se visto por eles.

Quem organizou foi a Irene Grilo, uma moçambicana radicada em Portugal que se envolve nas viagens dos seus clientes, demonstrando um interesse e uma preocupação invulgares no mundo das viagens e do turismo e que são muito reconfortantes. Os que viajaram sentem nela uma amiga e nós, os que ficámos, partilhamos desse sentimento, sabendo que um dia que possamos empreender uma viagem assim, será com toda a certeza através do INTO AFRICA e com o seu rigoroso acompanhamento. O sítio de sonho é o TANGALA CAMP.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...