quinta-feira, 21 de julho de 2005

Recordar é viver

Uma pessoa que conheci e que, com o tempo, se revelou uma sábia personagem, dizia-me com alguma frequência, e sempre que me perdia em divagações saudosistas, que as recordações e as lembranças nos fazem reviver os momentos bem passados, tornando presentes as pessoas que são, para nós, importantes mas que, por motivos vários, não nos fazem companhia em alguma fase desta vida. E por isso são mágicas e tão magníficas.

Não sei se é sempre fácil recordar os momentos vividos em STP mas, com o tempo, os bons prevalecem e ao lembrá-los a sensação que me fica é a de um tempo preenchido, que me enriqueceu e me modificou em muitas coisas. Não seria, por certo, a pessoa que sou hoje se não os tivesse vivido, se não tivesse estado em STP naquela altura e não tivesse conhecido todas aquelas pessoas, as boas e as más!!!

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...