segunda-feira, 27 de junho de 2005

Minutos infantis

Como é boa a companhia das crianças, pensava Adelaide, após ter usufruído da companhia de uma maravilhosa criança de 5 anos, durante uns breves 30 minutos. A dada altura ele disse-lhe: “Que saudades eu tenho de sentir os pés na areia...”, e ela aproveitou a deixa e perguntou-lhe: “queres ir à praia?”. A resposta não se fez tardar naqueles enormes olhos castanhos. E lá foram. Ele correu com os pés descalços atrás das gaivotas e Adelaide sorria atrás dele, caminhando calmamente, enquanto pensava no quanto é bom ter espírito de criança e nunca se cansar de correr, rir, brincar, sonhar, desejar e realizar. O tempo não passou para eles, voou, mas aquele final de tarde, numa praia quase deserta no início do verão, ficará na memória dos dois.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...