quarta-feira, 20 de abril de 2005

Tolerâncias

Passei a manhã a ouvir falar sobre África e as dificuldades que por lá se vivem, e da minha cabeça não saiu a ideia de STP estar a enfrentar um surto de cólera. Não me espanta mas entristece-me. Não me admirei quando ouvi a notícia pela primeira vez porque quem conhece aquela terra e aquelas gentes como eu só pode estranhar que o problema não tivesse surgido antes. A inexistência de esgotos e de saneamento adequado, a vulgarização da falta de higiene como prática de normalidade, a ausência de informação generalizada e a pouca, ou nenhuma, preocupação com a formação, a educação e a informação levam de forma quase natural à proliferação de doenças e epidemias. É revoltante que, num país que subsiste por causa da Ajuda ao Desenvolvimento e da Cooperação Internacional, que injecta anualmente milhões, seja sempre a população a receber estes efeitos.
Dá vontade de dizer bem alto: É PRECISO MUDAR AS MENTALIDADES NO QUE À HIGIENE, À SAÚDE E A ALGUMAS PRÁTICAS DIZ RESPEITO. É PRECISO MELHORAR EFECTIVAMENTE AS CONDIÇÕES DE VIDA DAS POPULAÇÕES, PORQUE SE ASSIM NÃO FOR, MEUS CAROS GESTORES DO PODER PÚBLICO, NÃO HAVERÁ DESENVOLVIMENTO NEM DAQUI A 5 MILHÕES DE ANOS!!! STP TEM UMA POPULAÇÃO QUE NÃO CHEGA AOS 140.000 HABITANTES... ENTENDEM O QUE ISSO SIGNIFICA?????

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...