quarta-feira, 23 de março de 2005

Sabedoria

"A sabedoria, repetia a si próprio, é deixar crescer o que nasce, saborear o que está maduro e abandonar o que está morto"
Shafique Keshavjee in "O Rei, o sábio e o bobo", pg. 15

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...