quarta-feira, 9 de fevereiro de 2005

A expectativa

Viver na incerteza não é fácil. Estar na expectativa também não. É como termos a sensação de que a nossa vida ficou algures em suspenso. É como se andássemos indefinidamente numa corda bamba a 100 metros de altitude, sem sabermos quando a prova termina, e quando olhamos para baixo não conseguimos perceber o que nos espera, se cairmos. E, depois de muito andarmos, só conseguimos questionar - Mas o que falta, ainda?

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...