segunda-feira, 14 de fevereiro de 2005

Dia de São Valentim

Reza a história que, no século III d.C., um padre de nome Valentim casava, em segredo, os jovens namorados, sendo um acto oficialmente proibido. O Imperador Cláudio II queria formar o maior e mais poderoso exército da História, criando uma força de defesa e de ataque imbatível, o exército romano. O problema era não ter receptividade, por parte dos romanos, já que o número de homens que se alistava era insuficiente. Cláudio II justificou o facto com a resistência dos homens em abandonarem as famílias e decidiu a proibição dos casamentos, porque os melhores soldados seriam os homens que se mantivesse solteiros. Valentim, ajudado por S. Mário, não respeitou a decisão do imperador e continuou a efectuar os casamentos religiosos dos jovens que assim o desejassem. Certo dia, Valentim foi descoberto por contrariar o estabelecido, oficializando uniões, pelo que foi preso, torturado e condenado à morte por decapitação. Morreu a 14 de Fevereiro do ano 270. Actualmente, uma Igreja em Roma, Igreja de Santa Praxedes, guarda as relíquias do santo.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...