quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

Ódios de Estimação

Os ódios de estimação são fundamentais para que possamos levar uma vida tranquila e equilibrada qb e, se não existissem com certeza tudo seria muito mais difícil de suportar. Afinal são eles que nos dão alento, nos dias em que tudo nos está a correr menos bem, e quando a Lei de Murphy se revela como verdadeira. É neles que descarregamos a nossa raiva e os sentimentos menos edificantes, a maioria das vezes de forma indirecta. Falamos acerca das suas vidas, comentamos criticamente as atitudes que consideramos socialmente desadequadas, a vida amorosa e o percurso profissional, sabemos tudo ao pormenor e, quando não sabemos, procuramos manter-nos informados, porque só assim continuamos a alimentar e a estimar o nosso adorável ódiozinho. Na verdade, revelam-se excelentes elementos motivacionais para nos tornarmos melhores, dia após dia, sobretudo diferenciando-nos do que eles são.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...