quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

Cansaço

Fui invadida por uma onda de cansaço e desalento, e nem sei explicar porquê. Talvez saiba mas não queira dizer ou pensar nos motivos reais que me causam tamanha sensação de desconforto físico e psicológico. Pensar dá agora trabalho, demasiado, e desgasta só de imaginar as conclusões a que poderia chegar. Não sei sequer se o esforço tem retorno, por isso... dou comigo apenas a tomar consciência do cansaço, num crescendo imparável, até me sentir tão esgotada que ter os olhos abertos já é uma prova quase sobrehumana da minha boa vontade e persistência.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...