terça-feira, 31 de agosto de 2004

Aprender

O que é viver senão aprender a sermos melhores? No dia-a-dia, num contínuo e sem paragens, quando nem tempo, capacidade ou vontade temos para aprender a crescer devagar devagarinho. As vontades ficam-se por outros ritmos e gestos que não chegam a ser mais do que simples intenções. Não vale a pena, não é suficientemente importante para... Vontades sem capacidades, insuficientes, inacabadas porque não chegam a sê-lo nunca.

A escrita e os artefactos

Para quem gosta de escrever uma caneta é a extensão de si próprio e um caderno o seu reflexo. São objectos especiais e, por isso, tratados ...